Frutos desperdiçados...


Narrarei uma história fictícia baseada em acontecimentos que eu vivenciei, para dar exemplo de um mal do capitalismo.
Sempre que ando por uma rua de minha cidade, ouço um som de saxofone. Um homem treina constantemente, mas o som que sai do instrumento não é comparável ao de nenhum músico do mundo do jazz profissional. Porém o homem teima em ensaiar algumas horas de seu dia e parece nunca desistir do Sax.
Este homem merece menos que o senhor burguês, que conheceu jazz por causa do pai que tem toda a discografia de Louis Armstrong e pagou aulas de saxofone para seu filhinho querido na melhor escola do Rio de Janeiro?
Certamente que não.
Digo mais. Digo que este homem merece mais do que este filhinho de papai que ganhou tudo na maior das facilidades e não deve ter se esforçado nem a metade do que este homem, o da rua de minha cidade, se esforçou.
Agora me digam: Quantos são os senhores das ruas de suas cidades que se esforçam bastante para tocar um instrumento e não conseguem por não poderem pagar as aulas?
Indo para um parâmetro maior: Quantos Cientistas, Artistas, Filósofos e Atletas nós perdemos por causa deste sistema? Por não terem oportunidade de estudar numa escola boa, geralmente as que particulares.
Sem dúvida o Capitalismo é um atraso para o nosso mundo.

(Arthur Hisoka Rodrigues)

1 comentários:

William Cruz Fonseca disse...

concordo plenamente



acessem meu site http://belonave.blogspot.com